Etapas de aprendizagem

Olá Amigos

No blog Letra Viva do Roig há uma postagem maravilhosamente escrita pelo meu amigo José Antônio Klaes Roig sobre a etapas de aprendizagem dos professores que querem entrar ou levar a informática para suas aulas.

No texto ele cita: “Tenho conversado com muitos colegas que atuam com a informática educativa, alguns on-line outros bem mais próximos, e todos têm a mesma concepção que a informática não é a solucionática para a educação. É uma ferramenta a mais para qualificação, valorização e mudanças de paradigmas.

Mas ela por si só não resolverá nada e ainda poderá de “solucionática” tornar-se uma prolemática, se a sua incorporação aos ambientes de ensino-aprendizagem não foram mediados por projetos que justifiquem seu uso…

Não basta apertar botões para que tudo se modifique, há não ser na ficção científica. No mundo real, a informática na educação deve seguir 4 fases distintas e progressivas:

1º) repetição, mecânica, de funcionamento do equipamento, como fazemos quando aprendemos a usar uma bicicleta, um carro, qualquer objeto;

2º) reprodução, depois de repetir e memorizar bem comandos, passa-se para a reprodução do que existe, de apresentações de slides, planilhas de cálculos, desenhos, etc.;

3º) produção, a partir do uso do ferramental, cria-se conteúdo próprio capturado por scanner, câmera, e outros que pode ser publicado em ambientes virtuais, como blogs, wiki, CDs, enviados por emails, servindo de apoio a colegas, alunos, etc;

4º) e última fase, ao meu ver, a interação com outros educadores criando projetos colaborativos, interdisciplinares e multidisciplinares, em que cada um contribui com uma especialidade e atividade.

Essa fase ainda não é tão divulgada, mas existe. É a fase mais delicada, pois requer planejamento total, de horários e até fuso-horários, dependendo do local onde o parceiro vive, mas é um caminho de infinitas possibilidades, dependendo da criatividade e empatia entre professores e alunos.”

É uma visão quase unanime entre os profissionais de educação que já utilizam a informatica em seus projetos educacionais.

Leia, Reflita e Comente, mesmo que contra, Opine.

Abraços

Equipe NTE Itaperuna

Obs.: A imagem a cima foi retirada do blog Microbio e foi tirada pelo Nuno Souza das pedras gastas de umas escadas da aldeia submersa de Vilarinho das Furnas em Portugal.

2 comentários sobre “Etapas de aprendizagem

  1. José Antonio Klaes Roig disse:

    Caro amigo Robson, grato pelo uso de minha postagem em teu blog. Isso valoriza e divulga bastante meu trabalho. Muito de minhas idéias e prática são decorrentes de conversas com amigos, como você e outros que compartilham dúvidas e êxitos. É dessa troca que conseguimos superar o desafio de integrar a teoria à prática educacional. Fico feliz quando podemos dessas trocas ampliar nossos horizontes de expectativas. A Educação a distãncia, via blog, msn, orkut e outrso tantos recursos tecnológicos torna-se possível quando demonstramos as variades possibilidades, além do mecanicismo tradicional. Um grande abraço e grato pela indicação. Do amigo Zé.

  2. Verônica Carvalho disse:

    Muito interessante este post. Coloca de forma mto clara, objetiva e também bem real as “fases” do uso da tecnologia dentro das escolas …. e nós estamos aqui lutando para chegar na etapa 3!!!
    Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s