E não é que tem mais jogos para aprender matemática na rede…

Olá amigxs

Essa semana fiz uma publicação aqui no Caldeirão de Ideias falando de vários jogos de tabuleiro gratuitos que a Unesp disponibilizou em PDF para o ensino de matemática e sabe qual foi o maior barato disso tudo? Que quando fui puxando esse fio na rede apareceu outros sites e projetos muito legais que envolvem jogos no ensino de matemática e também no processo de letramento dos alunos. Acabei também descobrindo que o NeuroMat da USP ligado ao CEPID – Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão de Neuromatemática da FAPESP tornou-se a maior instituição no mundo em geração de conteúdo matemático de forma estruturada e reportada para a enciclopédia on-line, de acordo com o monitor institucional da própria Wikipédia. Atualmente, a força-tarefa de difusão de conteúdo matemático criada no Neuromat resultou em 19,6 milhões de visualizações de páginas de conteúdos matemáticos na Wikipédia.

captura-de-tela-de-2018-07-13-19-47-49.png

A equipe do centro de pesquisa criou 4,24 mil novos verbetes e outros 21,8 mil foram melhorados. As buscas e visualizações desses verbetes intensificaram-se quase que instantaneamente após o trabalho do NeuroMat. Apenas o verbete mais buscado, referente a desvio padrão, tem 294 mil visualizações até junho deste ano, seguido pelo verbete mediana, com 204 mil visualizações.

Captura de tela de 2018-07-13 19-48-15.png

Depois eu achei uma matéria da FAPESP falando como as ferramentas digitais auxiliam ensino e aprendizagem de Matemática e depois fui xeretar o link e descobri um conteúdo muito rico. O link da acesso ao portal HypatiaMat que reúne um conjunto de aplicativos desenvolvido em Portugal, na Universidade do Minho e com a colaboração de professoras de Coimbra, com o objetivo de contribuir para o processo de ensino e aprendizagem da Matemática, tendo como referência aspectos da Teoria Social Cognitiva (leia mais sobre isso AQUI e AQUI), que trata do papel ativo do indivíduo no processo de aprendizagem. Foi então que para facilitar o processo de ensino e aprendizagem de Matemática nas escolas brasileiras, que os pesquisadores da Faculdade de Educação (FE) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) adaptaram uma série de ferramentas digitais desenvolvidas por universidades portuguesas que apresentam conteúdos da área de forma lúdica e interativa e com recursos para professores e alunos.

A base teórica da ponta brasileira nesse projeto ficou a cargo da professora Roberta Gurgel Azzi, que é responsável pela pesquisa Aprendizagem autorregulada da matemática em ambientes de aprendizagem por computador: um estudo brasileiro, realizada com apoio da FAPESP.

O HypatiaMat traz uma série de aplicativos cujo conteúdo é voltado para alunos do ensino fundamental, envolvendo números e operações, geometria, incluindo conceitos básicos, ângulos, áreas, construções geométricas, perímetros e o Teorema de Pitágoras, e álgebra, abrangendo expressões algébricas, fatorização de polinômios, equações de primeiro e de segundo grau, entre outros temas.

Captura de tela de 2018-07-11 09-08-39.png

Os textos dos aplicativos principais contam com ilustrações, demonstrações animadas e exercícios dinâmicos. Entre os recursos de suporte à aprendizagem autorregulada disponíveis aos alunos estão fontes de informação sobre sua interação com os jogos e seu desempenho.

Um deles é o Escritório do Aluno, que oferece um panorama geral da utilização do portal, registrado pelos aplicativos, com informações a respeito do número de entradas, o tempo médio de permanência, a quantidade de exercícios realizados, testes de conhecimento e tarefas para casa resolvidos e as respectivas porcentagens de acerto.

Já o Skillômetro (algo como “aprendímetro”) fornece ao aluno registrado um resumo de sua interação com o aplicativo que estiver sendo utilizado. A funcionalidade é aberta automaticamente ao início de cada interação e apresenta informações das interações anteriores, acrescidas do desempenho em cada um dos temas do aplicativo.

Hypatiamat

Há ainda um “tutor virtual” que apoia o aluno na compreensão e na resolução de eventuais problemas nos exercícios, estimulando sua persistência e apresentando formas de resolução detalhadas quando requerido. Segundo a professora  Roberta Gurgel Azzi o feedback imediato e contínuo sobre os acertos e erros nos exercícios e o tutor virtual que atuam conjuntamente para fornecer informações que, em tempo real, dão suporte à revisão das respostas, ao processo de resolução de problemas e, em última instância, auxiliam os processos de monitoramento e avaliação, componentes da autorregulação da aprendizagem.

Outro recurso disponível aos alunos, desde que participantes de uma turma conduzida por um professor registrado no portal, são os trabalhos para casa. O professor pode criar listas de exercícios direcionadas a turmas específicas, dentro e fora do contexto da sala de aula, relativas a qualquer um dos temas disponíveis no portal. Os resultados são armazenados e podem ser empregados para o feedback individualizado aos estudantes.

O portal também oferece recursos para auxiliar o professor no ensino. Por meio do Escritório do Professor, docentes podem acompanhar a interação de seus alunos com os aplicativos, tendo acesso às mesmas informações de monitoramento e aos resultados individuais dos trabalhos para casa.

quero-resolver-exercc3adcios-de.png

A experiência brasileira

Os pesquisadores de São Paulo, acompanhados por professores de Matemática e pelos autores portugueses, converteram os conteúdos dos aplicativos para o português brasileiro, incluindo textos estáticos, exercícios dinâmicos e mensagens e intervenções do tutor digital, inclusive em áudio. Como foi originalmente desenvolvido para utilização no Hemisfério Norte, o sistema também passou por adaptações ao calendário escolar do Brasil, passando a poder também considerar o início do ano letivo em fevereiro. Para isso foi necessário adaptar suas estruturas de banco de dados e a interface do sistema.

hypatiamat1.png

Peculiaridades do ensino no Brasil foram contempladas pela adaptação, como suporte a múltiplas turmas de diferentes turnos, já que o sistema original considera o trabalho de professores que, via de regra, trabalham em somente uma escola e em período integral. Também foram feitos aprimoramentos na versão brasileira, como a criação de perfis para os alunos e de uma documentação para auxiliar estudantes e professores no uso do sistema, com textos de orientação procedimental, na forma de perguntas e respostas.

Além da adaptação do sistema, a experiência brasileira com o HypatiaMat teve duas diferenças importantes em relação à portuguesa: o emprego de dispositivos móveis individuais (tablets com Android) em sala de aula, em vez de computadores utilizados em um laboratório de informática, e, para um subgrupo de alunos, a utilização de uma lousa digital integrada ao uso do aplicativo nos dispositivos móveis.

HypatiaMat – Apps para Android no Google Play.png

Os professores envolvidos foram preparados em um curso de extensão universitária oferecido pela Unicamp, em que receberam orientações específicas para as ferramentas disponíveis no portal e formação básica na perspectiva social cognitiva da autorregulação da aprendizagem. Diferentemente da experiência europeia, buscou-se capacitar os professores para uma compreensão social cognitiva do processo de ensino-aprendizagem, sem um foco no planejamento estrito das aulas a serem ministradas com o apoio do sistema. Dessa forma, os professores foram estimulados a planejar as aulas de seus cursos, envolvendo ou não o portal, considerando os aspectos discutidos em sua formação, adaptando-os às suas realidades e contextos específicos.

Os recursos estão disponíveis para acesso livre em www.hypatiamat.com. Para utilizá-los é preciso fazer um registro on-line como aluno ou professor. Então você está esperando o que pra começar a usar?

Abraços e boa diversão com aprendizagem

Robson Freire

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s